} Galeriacores Cartoon Notícias: Água, o recurso mais importante do nosso mundo

Home

 

Galeriacores Cartoon Notícias

Um blog de cartoons sobre as notícias da actualidade. Um sector informativo do Grupo Galeriacores.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Fazer dinheiro, trabalhar em casa, ganhar muito dinheiro, emprego, ser rico, criar empresa, fazer dinheiro, computador


Água, o recurso mais importante do nosso mundo

World Water Day
Para ver a animação clique neste cartoon gif e aguarde uns segundos.
To view the animation click on this cartoon gif and wait a few seconds.



Hoje é o Dia Mundial da Água! Em tese, seria como se a humanidade tivesse a obrigação de reservar esse 22 de março para zelar pelo bem mais precioso do planeta ou, no mínimo, tão precioso quanto o ar que se respira. A questão é uma só: qual a vantagem de pensar na água hoje e apostar no desperdício nos 364 dias restantes?

Considerada uma data simbólica, o Dia Mundial da Água, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 22 de março de 1992, serve para promover a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural, mas que está ficando cada vez mais escasso, apesar de dois terços do planeta Terra ser formado por água. O debate é necessário, mesmo porque apenas 0,008% de toda água do mundo é potável, mas deveria fazer parte do cotidiano da população mundial, ou seja, medidas de preservação, de combate ao desperdício, de recuperação de nascentes de rios e mananciais deveriam ser discutidas e colocadas em prática todos os dias do ano e não apenas no 22 de março.

Enquanto a população mundial celebra o Dia Mundial da Água, na prática as grandes fontes como rios, lagos e represas estão sendo contaminadas, poluídas e degradadas pela ação predatória do homem. Resultado, num futuro não muito distante, até mesmo o Brasil, país que detém 11,6% de toda a água doce do planeta, pode sofrer com a escassez e essa tragédia só será evitada com investimentos de R$ 27,7 bilhões em obras de captação e distribuição. Nada, porém, é mais eficiente na preservação da água quanto a educação da sociedade. É preciso repensar costumes como passar horas lavando a calçada com água tratada ou deixar a torneira aberta enquanto lava o veículo nos final de semana. É preciso também rever costumes domésticos como o desperdício na hora de lavar roupa e louças; na hora de escovar os dentes, fazer a barba ou tomar banhos. A costumeira prática de deixar as torneiras abertas em todos esses momentos deve ser revista, mesmo porque o desperdício não eleva apenas a conta mensal emitida pela Sanesul, mas também pode acarretar o racionamento no futuro.

Como as autoridades ainda não dispõem de mecanismos legais para punir os consumidores que desperdiçam água, a solução é realizar uma ampla campanha educativa na intenção de mudar o comportamento das pessoas. É preciso ressaltar, por exemplo, que em algumas regiões do planeta a água potável já é artigo de luxo e esta triste realidade deverá, em algumas décadas, compor o cotidiano de países como o Brasil onde o desperdício de água potável é crônico. Poucas pessoas têm a consciência da necessidade de economizar água ou, pelo menos, usar esse precioso bem natural de forma racional. A grande maioria ainda acredita que nunca faltará água, mesmo vendo que em algumas regiões do País as famílias precisam recorrer às cisternas para armazenar a água da chuva e, com isso, atender as necessidades de consumo. Essa crença, que reflete a falta de conscientização da população, pode custar muito caro a partir do momento em que começar a faltar água nas torneiras.

Um exemplo da falta de consciência das pessoas e, também, do poder público é o Rio Dourados, principal manancial de água potável para dezenas de municípios da região, que está com mais de 92% de toda sua mata ciliar destruída e os bancos de areia começam a atrapalhar até mesmo a navegação de barcos pequenos. As autoridades nada fazem para conter o assoreamento do Rio Dourados, um manancial que sofre há décadas com a ação de fazendeiros que destroem as matas ciliares para a prática da pecuária ou da agricultura, deixando o rio exposto aos efeitos nocivos dos hormônios que são despejados nas margens através da urina do gado de corte e das toneladas de agrotóxicos que escorrem para o leito a cada nova chuva. Quando fala-se em preservação do meio ambiente não se deve cobrar apenas ações de governos e governantes. Ainda que pese o fato de partir dos agentes públicos a culpa pelos principais danos causados à natureza, a sociedade também precisa tomar consciência do papel dela na preservação ambiental e, sobretudo, na manutenção dos mananciais que garantem o abastecimento de água que chega todos os dias às residências brasileiras.


Fonte: Jornal do Progresso.br

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


Jorge Goncalves

web site hit counter

Add to Technorati Favorites
Estou no Blog.com.pt

Galeriacores / Home I ForumsIGrupo/Groups I Cartoons I Publicações I Culinária/Recipes

Altar virtual /Chapel I Notícias dos Açores I Notícias da Graciosa I Links I Fotos-Photos


Pesquisa personalizada

Outros blogs de interesse:

Notícias da Ilha Graciosa
Notícias dos Açores
Curiosidades
TV grátis via Satélite
Satellite free TV
Desgarradas pela Internet
O mundo da música grátis
Plantas Milagrosas
Saúde e dietas
Galeriacores cartoon humor


Photography Newsfeed:




Galeriacores © Some rights reserved

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Contacte o dono deste blog:

Galeriacores@gmail.com




Melhor visualização com a Internet Explorer / Best viewd with the Internet Explorer