} Galeriacores Cartoon Notícias: O arroto e a etiqueta

Home

 

Galeriacores Cartoon Notícias

Um blog de cartoons sobre as notícias da actualidade. Um sector informativo do Grupo Galeriacores.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Fazer dinheiro, trabalhar em casa, ganhar muito dinheiro, emprego, ser rico, criar empresa, fazer dinheiro, computador


O arroto e a etiqueta

Burping and etiquette
Para ver a animação clique neste cartoon gif e aguarde uns segundos.
To view the animation click on this cartoon gif and wait a few seconds.




Arrotar, bocejar e espreguiçar são comportamentos saudáveis, mas mal vistos. Devem ser feitos com discrição


Arrotar, bocejar ou espreguiçar são benéficos para a saúde. E, quando se é criança, estas escapadelas de ruídos corporais são até seguidas de um gracejo. Mas, com o avançar da idade, os sons motivam momentos constrangedores.


«O arroto é a saída do ar do estômago, varia de pessoa para pessoa e tem muito que ver com o tipo de alimentos ingeridos», explica ao SOL o médico de clínica geral João Pedro Ribeiro. E acrescenta: «Como o ar só vai ocupar espaço, dilatando o estômago e provocando enfartamento, só há vantagens em arrotar». É até falta de educação não o fazer após as refeições, em algumas culturas, como a árabe.


Os bocejos de uns - que tantas vezes motivam os bocejos de outros - são mais difíceis de compreender. Este acto involuntário, associado a situações de cansaço ou aborrecimento, não tem uma explicação fisiológica imediata como o arroto. Contudo, uma teoria refere que o bocejo serve para inspirar mais oxigénio, ao libertar-se o excesso de dióxido de carbono do organismo.


O médico de clínica geral esclarece ainda que, em doenças do foro gastrointestinal ou psiquiátrico, a necessidade de arrotar ou bocejar «pode estar muito alterada».


Quanto à espreguiçadela que se efectua à secretária, Fernando Fonseca, da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia, chama-lhe «gestos de relaxamento».


O ortopedista aconselha as pessoas com funções muito repetitivas «a esticar os braços para relaxar e assim evitar estarem muito tempo na mesma posição». O especialista sugere que se rode o pescoço e que, a cada hora e meia, haja algum movimento: «A pessoa pode levantar-se da cadeira para ir buscar um copo de água, por exemplo».


Perdão ou desculpe


Os três comportamentos são saudáveis, mas provocam constrangimentos que a maioria das pessoas tenta disfarçar com um 'perdão'. A especialista de etiqueta e colunista do SOL, Assunção Cabral, considera que este 'perdão', quando «atirado como uma coisa natural, ou até como uma delicadeza, é como se fosse um arroto a escapar, involuntário e sonoro».


A colunista sugere antes um 'desculpe' discreto ou, «mais descaradamente, e em tom irónico, qualquer coisa do género: 'desculpem qualquer coisinha' ou 'desculpem lá o mau jeito'».


Há ainda outros comportamentos saudáveis, mas inestéticos, como a tosse ou os espirros, para os quais se pede uma mão: «Agora com a gripe A, os especialistas aconselham mesmo a manga na boca».


Assunção Cabral recorda ainda a frase de Bocage - «o pum que esta senhora deu, não foi ela, fui eu» - para justificar um comportamento ainda mais inconveniente, que precisa de um melhor disfarce do que o do verso.



Fonte: Sol

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


Jorge Goncalves

web site hit counter

Add to Technorati Favorites
Estou no Blog.com.pt

Galeriacores / Home I ForumsIGrupo/Groups I Cartoons I Publicações I Culinária/Recipes

Altar virtual /Chapel I Notícias dos Açores I Notícias da Graciosa I Links I Fotos-Photos


Pesquisa personalizada

Outros blogs de interesse:

Notícias da Ilha Graciosa
Notícias dos Açores
Curiosidades
TV grátis via Satélite
Satellite free TV
Desgarradas pela Internet
O mundo da música grátis
Plantas Milagrosas
Saúde e dietas
Galeriacores cartoon humor


Photography Newsfeed:




Galeriacores © Some rights reserved

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Contacte o dono deste blog:

Galeriacores@gmail.com




Melhor visualização com a Internet Explorer / Best viewd with the Internet Explorer