} Galeriacores Cartoon Notícias: Pai do século XXI

Home

 

Galeriacores Cartoon Notícias

Um blog de cartoons sobre as notícias da actualidade. Um sector informativo do Grupo Galeriacores.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Fazer dinheiro, trabalhar em casa, ganhar muito dinheiro, emprego, ser rico, criar empresa, fazer dinheiro, computador


Pai do século XXI

21st century dad
Para ver a animação clique neste cartoon gif e aguarde uns segundos.
To view the animation click on this cartoon gif and wait a few seconds.




Nunca, como hoje, os homens mostraram tanto o seu lado emocional. E ainda bem!


Habituámo-nos a ouvir dizer que o conceito de família está em crise. Alguns, os mais pessimistas, chegam a afirmar que as verdadeiras famílias deixaram de existir e agora só persistem fragmentos.


Os estudos do âmbito da sociologia mostram que esta ideia é completamente falsa e o que de facto se passa, é que a família se encontra em profunda mutação, mudança essa que tem que ser encarada de frente para que consigamos gerir a diferença, sem angústias desnecessárias.


Existem agora famílias de muitos tipos: monoparentais, reconstruídas, alargadas, de acolhimento, adoptivas, etc. A maior parte dos casais tem unicamente um filho, o que pressupõe que as crianças são muito planeadas e desejadas.


Por outro lado, apenas uma minoria, usufrui dos cuidados permanentes da mãe, já que as mulheres optaram por responder ao apelo de trabalhar fora de casa, o que as torna mais felizes do ponto de vista individual e não prejudica necessariamente a educação dos filhos.


Mudança de papéis


Neste contexto, também os papeis das figuras parentais, acabaram por sofrer profundas mudanças. Aquilo a que assistimos durante décadas deixou de ser uma realidade.


Essa realidade pode até chocar as gerações mais antigas, onde o homem e a mulher tinham papeis muito distintos dos que desempenham actualmente. Deixando de lado o caso dos pais solteiros, ou dos divorciados, podemos constatar que mesmo nos casais que se mantêm juntos, a vida familiar se tem vindo a alterar.


A imagem do pai deste século, é de um homem emocional e activo no que respeita às questões do lar. Vai buscar os filhos ao infantário e ajuda nas tarefas caseiras como aspirar a casa ou mesmo lavar a louça. É um homem interventivo, que gosta de partilhar tarefas e que as faz na perfeição.


É com agrado que se desloca às compras ao hipermercado, mesmo que para isso leve uma lista elaborada pela mulher. Não demonstra nenhum acanhamento em fazê-lo, porque encara essa atitude como algo perfeitamente natural.


A gravidez é vivida a dois


Muitos são os homens que fazem absoluta questão de estarem presentes nas consultas pré-parto e durante os exames complementares, como é o caso das ecografias.


A nível psicológico este facto é de extrema importância porque o envolvimento masculino no processo da gravidez, acaba por ser sempre um pouco mais vivido á distância, já que não existe possibilidade de uma vivência física.


Ao assistir às ecografias, o pai vive um momento único, que muitas vezes é descrito como a constatação prática de que o bebé é real, que algo muito querido vai crescendo no interior da mãe.


Um pouco mais tarde, são convidados a fazerem parte das aulas de preparação para o grande momento do nascimento. E, em regra, respondem de imediato à chamada. Aprendem a ajudar a mulher, a acalmá-la e a poderão constituir importantes pilares de apoio no momento do parto.


Contudo, esta questão ainda não é muito linear, porque a boa vontade só não conta. Outros factores como as regras do hospital e também a emoção do momento, podem condicionar a presença do pai na sala de parto. Nesse caso, é melhor desistir da ideia e deixar que os médicos e enfermeiras tratem do assunto.


O pós-parto


As coisas complicam-se nos primeiros dias, sobretudo quando se trata do primeiro filho. São os horários a cumprir, as tarefas rotineiras e, muitas vezes, um ser pequenino e frágil que reclama por tudo e por nada. É o momento do pai entrar em plena actividade!


Para mudar uma fralda não é preciso muita sabedoria, basta um pouco de jeito e, sobretudo muito amor e boa vontade. Aqui fazemos um parêntesis para nos dirigirmos directamente às mães.


Nós sabemos que nos ensinaram que o papel de mãe implicava mudar fralda, dar biberon ou peito , aconchegar .... mas os tempos mudaram, portanto há que haver adaptações. Se o homem está disposto a ajudar, há que o estimular nesse sentido e permitir a divisão de tarefas.


Deste modo a mulher consegue ficar com um pouco mais de tempo para si e as coisas correrão bastante melhor. Nenhuma mulher é capaz de ser boa mãe, mulher e profissional, ao mesmo tempo. Não é humanamente possível, nem devemos tentá-lo.


Por esse motivo, algumas desistem de serem mães e optam pela carreira, outras silenciam a ambição e vivem toda a vida a culpar a família, silenciosamente, por não terem tido coragem de mudar de vida.


Instinto paterno


Actualmente, quase a totalidade de especialistas em Ciências Humanas estão de acordo que o homem tem tantas competências como a mulher para cuidar de uma criança.


Precisa apenas que o deixem ajudar, sem que nós mulheres, nos sintamos ameaçadas no nosso papel de fêmeas. Ter mais duas mãos e dois braços é algo precioso em muitos momentos.


Além disso, também é a relação de casal que sai reforçada, porque aprendem a viver e a partilhar os momentos bons e maus na vida, no verdadeiro sentido das palavras.


O homem deste século é mais emotivo


As estatísticas mostram, que a maior parte dos homens morre devido a problemas cardíacos. Possivelmente devido ao facto de passarem uma vida inteira a negar os seus sentimentos de medo, angústia e até a esconderem a sua fragilidade emocional.


O síndroma do “homem não chora” tem custos internos muito grandes, que os homens deste século não estão com vontade de pagar. Assiste-se então a uma mudança social, que pode ser o início de uma alteração ao nível do comportamento masculino, para bem dos homens e também de nós mulheres. Cabe-nos a tarefa de estimular essa mudança.



Fonte: Família / Sapo

Etiquetas: , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


Jorge Goncalves

web site hit counter

Add to Technorati Favorites
Estou no Blog.com.pt

Galeriacores / Home I ForumsIGrupo/Groups I Cartoons I Publicações I Culinária/Recipes

Altar virtual /Chapel I Notícias dos Açores I Notícias da Graciosa I Links I Fotos-Photos


Pesquisa personalizada

Outros blogs de interesse:

Notícias da Ilha Graciosa
Notícias dos Açores
Curiosidades
TV grátis via Satélite
Satellite free TV
Desgarradas pela Internet
O mundo da música grátis
Plantas Milagrosas
Saúde e dietas
Galeriacores cartoon humor


Photography Newsfeed:




Galeriacores © Some rights reserved

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Contacte o dono deste blog:

Galeriacores@gmail.com




Melhor visualização com a Internet Explorer / Best viewd with the Internet Explorer