} Galeriacores Cartoon Notícias: O petróleo da Venezuela cartoon

Home

 

Galeriacores Cartoon Notícias

Um blog de cartoons sobre as notícias da actualidade. Um sector informativo do Grupo Galeriacores.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Fazer dinheiro, trabalhar em casa, ganhar muito dinheiro, emprego, ser rico, criar empresa, fazer dinheiro, computador


O petróleo da Venezuela cartoon

Para ver a animação clique neste cartoon e aguarde uns segundos. To view the animation click on this cartoon and wait a few seconds.


Vertical, de verbos fortes, extremamente gesticular, Hugo Chavez, presidente da Venezuela com mandato até 2013, é um interessantíssimo orador que trata o mundo por tu e o primeiro-ministro português por 'Rosé'. Pertenceu-lhe a ele, por inteiro, a atenção do primeiro dia de visita da comitiva de 80 empresários que acompanham José Sócrates e três ministros (Luís Amado, Negócios Estrangeiros; Manuel Pinho, Economia; e Mário Lino, Obras Públicas), à Venezuela.

Acolhidos com toda a pompa no palácio presidencial Miraflores, com guarda de honra a suar debaixo de 27 graus e o hino tocado três vezes, os portugueses puderam ver Chavez transformar uma cerimónia de Estado numa quase emissão do seu "Alô presidente", tribunal dominical que o líder da Venezuela usa para prolongar o seu efeito político de estrela pop do país.

Tu cá, tu lá, tratando Manuel Pinho por 'Manoel', o mestre de cerimónias levantou risos sinceros com o seu jeito populista que troca por miúdos todas as questões complexas, tudo simplificando "'Rosé' tu és socialista e os socialistas concretizam". Na sua perspectiva, o intercâmbio que ontem se aprofundou com a assinatura de 14 novos acordos, "é uma coisa concreta: petróleo por alimentos".

O designado acordo complementar ao acordo de 2004 aprofunda efectivamente a balança comercial entre os dois países - Portugal exportava para a Venezuela produtos na ordem dos 17 milhões de euros anuais, valor que contrasta com o da Espanha, que atinge os 400 milhões de euros, e que nos coloca em penúltimo lugar entre os países da Europa nas relações com a Venezuela. O país de Chavez mostrou interesse em exportações nacionais nos ramos agro-pecuário, farmacêutico, saúde, reparação naval, construção civil, tecnológico e materiais de construção. Portugal, por seu lado, quer o petróleo da nação que tem a gasolina mais barata do mundo (1 euro, um só, basta para atestar 60 litros).

A Galp assinou um conjunto de seis acordos com a Petróleos da Venezuela (a mega PDVSA, estatal), nos sectores do gás, petróleo e energias renováveis. Ilhas Margaritas, Coche, Península de La Guaira e Catia são os locais onde a Galp vai produzir 72 megawatts de energia eólica. A decisão não prevê quaisquer pagamentos da PDVSA à Galp Energia pela construção dos parques eólicos, compreendendo antes a exploração de blocos petrolíferos venezuelanos, retirando dois mil milhões de barris de crude/ano. O valor representa, no mercado actual, entre 200 e 400 milhões de dólares.

Sócrates manifestou assim a sua satisfação "Estes acordos dão ideia da ambição dos dois países em irem mais além na sua profunda amizade. E este é apenas o primeiro passo", disse.

Antes do comércio, Sócrates prestou homenagem a Simon Bolivar, visitando os restos mortais de El Libertador, o "pai da pátria" que desamarrou a Venezuela do jugo de três séculos de governação espanhola, em 1821, e é ainda hoje um caso único na história foi presidente de três países (Venezuela, Colômbia e Peru). Foi sempre debaixo da sombra de Bolivar, colocado em quadro no meio da tribuna de Sócrates e de Chavez, que tudo decorreu, com o presidente venezuelano a lembrar a sua visão do mundo, já adivinhada há 193 anos: "Compete à Europa preparar e executar a independência dos EUA". O seu olhar ideológico deu também a mão a Saramago, que vaticinou há três anos: "A Europa não tem que ter medo da esquerda que vem da América Latina". E rematou: "O vosso prémio Nobel, com a sua luz, viu-o todo".

Fonte da notícia: Jornal de Notícias P

Nota Pessoal:

Criticaram ao máximo o PM José Sócrates por ter fumado a bordo do avião e esqueceram-se de o elogiar pelo excelente acordo efectuado entre Portugal e a Venezuela. O acordo foi feito de forma a que ambos os países tenham tudo a ganhar e nada a perder. Eu diria que o Eng.º José Sócrates é um grande Primeiro Ministro e um grande líder que merece todo o nosso reconhecimento e gratidão.

Etiquetas: , , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


Jorge Goncalves

web site hit counter

Add to Technorati Favorites
Estou no Blog.com.pt

Galeriacores / Home I ForumsIGrupo/Groups I Cartoons I Publicações I Culinária/Recipes

Altar virtual /Chapel I Notícias dos Açores I Notícias da Graciosa I Links I Fotos-Photos


Pesquisa personalizada

Outros blogs de interesse:

Notícias da Ilha Graciosa
Notícias dos Açores
Curiosidades
TV grátis via Satélite
Satellite free TV
Desgarradas pela Internet
O mundo da música grátis
Plantas Milagrosas
Saúde e dietas
Galeriacores cartoon humor


Photography Newsfeed:




Galeriacores © Some rights reserved

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Contacte o dono deste blog:

Galeriacores@gmail.com




Melhor visualização com a Internet Explorer / Best viewd with the Internet Explorer