} Galeriacores Cartoon Notícias: Somos o Povo Açoriano!

Home

 

Galeriacores Cartoon Notícias

Um blog de cartoons sobre as notícias da actualidade. Um sector informativo do Grupo Galeriacores.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Fazer dinheiro, trabalhar em casa, ganhar muito dinheiro, emprego, ser rico, criar empresa, fazer dinheiro, computador


Somos o Povo Açoriano!

Para ver a animação clique nesta imagem e aguarde uns segundos. To view the animation click on this image and wait a few seconds.

O presidente do Governo dos Açores fez hoje uma analogia entre o espírito de partilha muito próprio das Festas do Espírito Santo e a Identidade Açoriana para dizer que esse sentido de pertença e de fraternidade comunitária só está ao alcance de gente que se assegura como um Povo.

“Ora, um Povo não é coisa que passe a ser porque os outros a reconheçam, mas tão só condição de quem se conhece a si mesmo. Reafirmemos, pois, contra a escuridade e a ignorância dos catalogadores, que somos o “Povo Açoriano”! Basta nos conhecermos. Basta sabermos. Basta querermos”, afirmou Carlos César.

O presidente do Governo discursava na sessão solene comemorativa do Dia dos Açores, que teve lugar ao fim da manhã na Vila das Velas, ilha de S. Jorge, um dia “em que nos lembramos, também, do que éramos e dia em que olhamos o que somos, concluindo que nos orgulhamos do que vemos e da forma como recuperámos o tempo perdido. São tantos os progressos que vão acontecendo por todas as nossas ilhas que todos já quase nos habituámos a pensar que não há dificuldades que nos façam parar ou voltar para trás. Mas há sempre novos desafios, e quando não, há sempre uma nova ambição”.

Aludindo à homenagem que iria ser prestada, como em anos anteriores, a diversas personalidades, nomeadamente os membros da Junta Regional dos Açores – o último órgão político executivo nomeado, em 1975, pelo Governo Central que, sendo, embora, o primeiro órgão de governo regional, não poderia ser, nem o foi, verdadeiramente, por escassez de competências e carência de legitimidade democrática, um órgão de autogoverno – saudou todos os que o integraram, por terem participado na História dos açores, independentemente dos resultados da sua acção individual e colectiva.

“Esse foi um tempo de apaixonados pelos Açores, que se agitaram buliçosos nas suas diferenças, que se combateram vigorosamente por causa dos seus ideais, que se arreliaram porque acharam que tinham razão. Hoje, são tantos os desavindos de então que se abraçam como hão-de ser alguns os correligionários de então que se separaram”, frisou Carlos César.

Salientando o facto de, pela primeira vez, o Dia dos Açores estar a ser comemorado na ilha de S. Jorge, recordou acontecimentos e personalidades que a tornaram única, no contexto regional, e falou do muito que nela foi feito, bem como de projectos importantes a concretizar em breve, como a ampliação do aeroporto e as construções do núcleo de recreio náutico de Calheta e de ampliação do cais acostável do Porto das Velas.

O presidente do Governo, referindo a necessidade de continuar a desenvolver esforços para tranquilizar os que trabalham, para continuar a fortalecer a centralidade da família e os seus rendimentos, ultimamente tão afectados pelos aumentos dos custos dos créditos bancários, dos combustíveis e dos bens alimentares, recordou os apoios em vigor ou já anunciados, como o Complemento à Pensão dos Idosos, o Complemento Açoriano aos Abonos de Família – em que serão aplicados, no próximo ano, mais de dois milhões e seiscentos mil euros – e a ajuda nos casos de familiares portadores de deficiência ou toxicodependentes.

“Temos que continuar a somar vitórias, o que só é possível travando sempre mais batalhas. Ganhámos na negociação dos fundos comunitários europeus até 2013, o que nos ajudará certamente a continuar a ter a nossa economia a crescer mais do que a União Europeia; vencemos na última revisão da Lei de Finanças das Regiões Autónomas, que, como havíamos garantido, beneficiou e fez justiça aos Açores; vamos vencer na revisão do nosso Estatuto, conseguindo mais avanços competenciais nos sentidos pretendidos”, afirmou Carlos César.

E o presidente do Governo concluiu dizendo que “os Açores não podem parar! Nos momentos de incerteza ganharemos o alento das horas de júbilo. Como nos disse Natália, Para a frente! Lutar, batalhar. Que bom é ser Açoriano!”

Fonte da notícia: GaCS
Nota Pessoal:
Relativamente aos Açores e aos açorianos julgo que o Presidente Carlos César falou muito bem e disse tudo o que realmente precisava ser dito e, portanto, não há mais nada a acrescentar.

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


Jorge Goncalves

web site hit counter

Add to Technorati Favorites
Estou no Blog.com.pt

Galeriacores / Home I ForumsIGrupo/Groups I Cartoons I Publicações I Culinária/Recipes

Altar virtual /Chapel I Notícias dos Açores I Notícias da Graciosa I Links I Fotos-Photos


Pesquisa personalizada

Outros blogs de interesse:

Notícias da Ilha Graciosa
Notícias dos Açores
Curiosidades
TV grátis via Satélite
Satellite free TV
Desgarradas pela Internet
O mundo da música grátis
Plantas Milagrosas
Saúde e dietas
Galeriacores cartoon humor


Photography Newsfeed:




Galeriacores © Some rights reserved

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Contacte o dono deste blog:

Galeriacores@gmail.com




Melhor visualização com a Internet Explorer / Best viewd with the Internet Explorer