} Galeriacores Cartoon Notícias: A visita do Papa aos Estados Unidos da América

Home

 

Galeriacores Cartoon Notícias

Um blog de cartoons sobre as notícias da actualidade. Um sector informativo do Grupo Galeriacores.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Fazer dinheiro, trabalhar em casa, ganhar muito dinheiro, emprego, ser rico, criar empresa, fazer dinheiro, computador


A visita do Papa aos Estados Unidos da América

Para ver a animação clique nesta imagem e aguarde uns segundos. To view the animation click on this image and wait a few seconds.


Inicia-se esta Terça-feira a primeira visita de Bento XVI aos EUA, de 15 a 20 de Abril, que irá passar pelas cidades de Washington e de Nova Iorque.


Dois momentos particularmente simbólicos marcam a agenda: o discurso na sede da ONU e a visita aos locais dos atentados do 11 de Setembro, o Ground Zero. O Vaticano adiantou que, em relação ao discurso nas Nações Unidas, o Papa irá centrar-se na questão dos Direitos Humanos.


Estão previstos, entre outros, 11 discursos e homilias, encontros com o presidente Bush, universitários e jovens católicos, líderes cristãos e representantes de outras religiões.


A 18 de Abril, Bento XVI tornar-se-á o terceiro Papa a discursar na sede da ONU, depois de Paulo VI e João Paulo II. O actual Papa irá encontrar-se, em privado, com o Secretário-Geral das Nações Unidas, descendo, em seguida, para a sala da Assembleia-Geral. Segue-se um encontro privado com o presidente da Assembleia, o presidente do Conselho de Segurança e os 60 representantes deste organismo.


Este Sábado, o Papa terá deixado adivinhar alguns dos temas fortes que irá levar a Nova Iorque, ao pedir à comunidade internacional que empreenda o caminho do desarmamento global, construindo as bases de uma “paz duradoura”, num humanismo renovado.


“Renovo o apelo para que os Estados reduzam as despesas militares para o armamento e tomem em séria consideração a ideia de criar um fundo mundial destinado a projectos de desenvolvimento pacífico dos povos”, apontou, numa mensagem dirigida ao Conselho Pontifício Justiça e Paz.


“A produção e o comercio de armas - salientou Bento XVI – estão em contínuo aumento e vão assumindo um papel decisivo na economia mundial. Há uma tendência para a sobreposição da economia civil à militar”.


Para o Papa, este risco é grave “nos sectores biológico, químico e nuclear, nos quais os programas civis não estão nunca seguros sem o abandono completo e geral dos programas militares e hostis”.


Admitindo que cada Estado tem direito à defesa, Bento XVI indicou que a mesma “deve ser proporcionada aos perigos que o Estado corre”. O Papa salientou também a existência de autênticas “guerras do bem-estar”, desencadeadas pelo "egoísmo" de quem quer manter o seu actual nível de vida.


Falar a todos


Uma semana antes da sua partida, Bento XVI enviou uma videomensagem aos habitantes dos EUA, na qual afirma a sua disposição de falar a todos, católicos e fiéis de outras religiões.


Apesar de circunscrita a duas cidades, a visita papal quer ser uma oportunidade para “abraçar todos os católicos que vivem nos EUA”, mais de 67 milhões pessoas que representam 22,6% da população total do país.


A viagem quer ser, ao mesmo tempo, “expressão de fraternidade para com todas as comunidades eclesiais”, bem como “testemunho de amizade para com todos os crentes e todos os homens de boa vontade”.


Um especial destaque merece a intervenção que Bento XVI fará na Assembleia das Nações Unidas. Também aos representantes dos povos do mundo, refere a videomensagem, o Papa levará “a mensagem da esperança cristã”.


“De facto, mais do que nunca o mundo tem necessidade de esperança: esperança de paz, de justiça, de liberdade. Mas não poderá realizar esta esperança sem obedecer à lei de Deus, que Cristo levou a cumprimento no mandamento de nos amarmos uns aos outros”, adverte.


Além dos temas dos Direitos Humanos e do desenvolvimento, o Papa irá ainda abordar a crise provocada pelo escândalo de abusos sexauis envolvendo pessoal eclesiástico e irá prestar uma particular atenção ao diálogo inter-religioso, com destaque para os encontros com a comunidade judaica.


Ground zero


Um dos momentos mais simbólicos da visita aos EUA acontece no último dia de viagem, quando Bento XVI se deslocar ao Ground Zero, local dos atentados terroristas do 11 de Setembro de 2001.


O momento de oração irá falar do “incrível cenário de violência e fé” que todos ali puderam presenciar, refere o Missal da viagem pontifícia.


Inicialmente marcado pelo silêncio e pela luz das velas, o tempo de oração junta “pessoas de muitas fés e tradições”, rezando pelas vítimas dos ataques, “homens e mulheres inocentes” e os “heróis” que foram os primeiros a responder: polícias, bombeiros, membros dos serviços de emergência e pessoal da autoridade portuária.


O Papa lembrará ainda os feridos e as famílias das vítimas, rezando para que encontrem “coragem e esperança” para continuarem com a sua vida. Os atentados do Pentágono e da Pensilvânia merecerão também uma referência.


Bento XVI rezará ao Deus de “amor”, “paz” e “entendimento”, pedindo “paz para o nosso mundo violento”, “esperança e coragem” para homens e mulheres de todas as nações. “Traz para o teu amor os que têm o coração consumido pelo ódio”, refere a oração.


Programa


(Horários apresentados na hora local. Itália: menos uma em Lisboa; EUA: mais cinco em Lisboa)
ITÁLIA
Terça-feira, 15 de Abril de 2008
Fiumicino (Roma)
12h00 Saída do aeroporto de Roma/Fiumicino para Washington/Andrews Air Force Base
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
Andrews Air Force Base (Washington)
16.00 Chegada ao aeroporto Andrews Air Force Base – Recepção privada por parte do Presidente dos Estados Unidos da América e da Primeira-dama no aeroporto Andrews Air Force Base
16.15 Percurso automóvel: aeroporto Andrews Air Force Base - Nunciatura Apostólica de Washington
Quarta-feira, 16 de Abril de 2008
Washington
Missa privada na Capela da Nunciatura Apostólica de Washington
10.10 Percurso automóvel: Nunciatura Apostólica - Casa Branca
10.30 Cerimónia de boas-vindas no South lawn da Casa Branca. Discurso de Papa. Visita de cortesia ao Presidente dos Estados Unidos da América na Sala Oval da Casa Branca
12.00 Transferência de carro panorâmico da Casa Branca - Nunciatura Apostólica de Washington
13.00 Almoço com os Cardeais dos Estados Unidos, com o Praesidium da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos da América (USCCB) e com a comitiva papal na Nunciatura Apostólica de Washington
16.45 Saudação por parte dos representantes de fundações católicas na Nunciatura Apostólica de Washington
17.00 Percurso automóvel: Nunciatura Apostólica ao Santuário Nacional da Imaculada Conceição de Washington. Mudança para o carro panorâmico durante o percurso
17.45 Celebração das Vésperas e encontro com os Bispos dos Estados Unidos da América no Santuário Nacional da Imaculada Conceição de Washington. Discurso do Papa
19.30 Percurso automóvel: Santuário Nacional da Imaculada Conceição - Nunciatura Apostólica de Washington
Quinta-feira, 17 de Abril de 2008
9.00 Percurso automóvel: Nunciatura Apostólica - Nationals Stadium de Washington
10.00 Missa no Nationals Stadium de Washington. Homilia do Papa
12.15 Percurso automóvel: Nationals Stadium - Nunciatura Apostólica de Washington
16.40 Percurso automóvel: Nunciatura Apostólica - Universidade Católica Americana de Washington
17.00 Encontro com o mundo universitário católico na Sala de Conferências da Universidade Católica Americana de Washington. Discurso do Papa
18.15 Percurso em automóvel panorâmico: Universidade Católica Americana - Centro Cultural Papa João Paulo II de Washington
18.30 Encontro com os representantes de outras religiões no Centro Cultural Papa João Paulo II de Washington. Discurso do Papa. Encontro com representantes da Comunidade Judaica
19.30 Percurso automóvel: Centro Cultural Papa João Paulo II - Nunciatura Apostólica de Washington
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008
Missa privada na Capela da Nunciatura Apostólica de Washington
7.50 Despedida da Nunciatura Apostólica de Washington
8.00 Percurso automóvel: Nunciatura Apostólica - aeroporto "Andrews Air Force Base" de Washington
8.45 Saída para Nova Iorque
Nova Iorque
9.45 Chegada ao aeroporto internacional John Fitzgerald Kennedy
10.00 Percurso de helicóptero até Manhattan
10.30 Chegada ao heliporto de Wall Street em Manhattan. Percurso automóvel: Wall Street -Sede das Nações Unidas de Nova Iorque
10.45 Visita à sede da Organizações das Nações Unidas de Nova Iorque. Discurso de Papa à Assembleia Geral das Nações Unidas. Saudação aos funcionários da ONU
13.45 Percurso automóvel: Sede das Nações Unidas - Residência do Observador Permanente da Santa Sé junto da ONU (Residência papal durante esta viagem).
17.10 - Visita particular à Sinagoga de Park East
17.45 Percurso automóvel: Residência papal - igreja de St. Joseph
18.00 Encontro ecuménico na igreja de St. Joseph de Nova Iorque. Discurso do Papa
19.15 Percurso automóvel: igreja de St. Joseph - Residência papal de Nova Iorque
19.30 Jantar com os Cardeais dos Estados Unidos da América, com o Praesidium da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) e com a comitiva papal na Residência papal
Sábado, 19 de Abril de 2008
8.45 Percurso automóvel: Residência papal - Catedral de St. Patrick
9.15 Missa com os sacerdotes, religiosos e religiosas na Catedral de St. Patrick. Homilia do Papa
11.30 Percurso a pé: Catedral de St. Patrick - Residência do Arcebispo de Nova Iorque
12.00 Almoço com os Bispos da Arquidiocese de Nova Iorque e com a Comitiva Papal
13.15 Percurso em automóvel panorâmico: Residência do Arcebispo - Residência papal
16.00 Percurso automóvel: Residência papal - Seminário de St. Joseph
16.30 Encontro com os jovens e com os seminaristas no Seminário de St. Joseph. Discurso do Papa
18.30 Percurso automóvel: Semonário de St. Joseph - Residência de Nova Iorque
Domingo, 20 de Abril de 2008
9.10 Percurso automóvel: Residência papal - Ground Zero
9.30 Visita ao Ground Zero. Oração do Papa
10.00 Percurso automóvel: Ground Zero - Residência papal
13.50 Percurso automóvel: Residência papal -Yankee Stadium
14.30 Missa no Yankee Stadium. Homilia do Papa
16.45 Percurso automóvel: Yankee Stadium - Residência papal
19.00 Percurso automóvel: Residência papal - heliporto de Wall Street
19.20 Chegada ao heliporto de Wall Street
19.30 Percurso de helicóptero: heliporto de Wall Street - aeroporto internacional John Fitzgerald Kennedy
20.00 Chegada ao aeroporto internacional John Fitzgerald Kennedy. Cerimónia de despedida. Discurso do Papa
20.30 Saída do aeroporto
Segunda-feira, 21 de Abril de 2008
ITÁLIA
Roma/Ciampino
10.45 Chegada ao aeroporto de Roma/Ciampino

Fonte da notícia: Agência Ecclesia Público.pt

Nota Pessoal:


De salientar que o Papa na sua perspicácia e inteligência achou melhor recusar o convite que lhe foi feito pelo Presidente George W. Bush para participar num jantar de gala na Casa Branca em sua homenagem (na data em que o Papa celebra os seus 81 anos). Evidentemente que se o presidente tivesse o mesmo grau de perspicácia e inteligência saberia as razões da recusa.

Etiquetas: , , , ,

3 Comentários:

Anonymous Azoriana disse...

Tenho um prémio para ti no meu blogue. Passa por lá para o recolheres.
Abraços

14 abril, 2008 22:17  
Blogger PDivulg disse...

Estas visitas tem sempre de ser muito "tácticas", para que simbolismo seja o melhor possível.

15 abril, 2008 07:21  
Anonymous Anónimo disse...

Mais uma viagem que tem mais de política do que religião. Assim continua a busca do poder que outrora a Igreja católica tivera. E já não está longe disso. E como a própria afirma "a Igreja é infalível" e não muda.

A Igreja Católica e os EUA têm um ponto muito particular em comum, ora vejamos: EUA têm buscado estar presentes (e de facto estão) em todo mundo. A Igreja Católica por seu lado tem feito o mesmo, incentivando o movimento ecuménico, que não é mais do que atrair todas as religiões para debaixo do seu controlo, debaixo de um disfarce de paz e acordo entre os povos. Mas, lembremo-nos que BentoXVI, na altura ainda cardeal Ratzinger afirmou "a Igreja Católica é a igreja mãe, as outras confissões cristãs são as filhas". Assim, a Igreja Católica tem conseguido juntar as religiões "debaixo das suas asas". Movimento ecuménico... o nome dado com um aparente bom propósito para anular o Protestantismo que tantas vidas custou na Idade Média e que contribuiu para sair da Idade das Trevas.

Estamos assim a caminhar para a repetição do passado, com o recuperar do poder perdido há cerca de 3 séculos pela igreja de Roma.

15 abril, 2008 15:28  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


Jorge Goncalves

web site hit counter

Add to Technorati Favorites
Estou no Blog.com.pt

Galeriacores / Home I ForumsIGrupo/Groups I Cartoons I Publicações I Culinária/Recipes

Altar virtual /Chapel I Notícias dos Açores I Notícias da Graciosa I Links I Fotos-Photos


Pesquisa personalizada

Outros blogs de interesse:

Notícias da Ilha Graciosa
Notícias dos Açores
Curiosidades
TV grátis via Satélite
Satellite free TV
Desgarradas pela Internet
O mundo da música grátis
Plantas Milagrosas
Saúde e dietas
Galeriacores cartoon humor


Photography Newsfeed:




Galeriacores © Some rights reserved

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Contacte o dono deste blog:

Galeriacores@gmail.com




Melhor visualização com a Internet Explorer / Best viewd with the Internet Explorer