} Galeriacores Cartoon Notícias: Combater a solidão

Home

 

Galeriacores Cartoon Notícias

Um blog de cartoons sobre as notícias da actualidade. Um sector informativo do Grupo Galeriacores.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Fazer dinheiro, trabalhar em casa, ganhar muito dinheiro, emprego, ser rico, criar empresa, fazer dinheiro, computador


Combater a solidão

Fighting Loneliness
Para ver a animação clique neste cartoon gif e aguarde uns segundos.
To view the animation click on this cartoon gif and wait a few seconds.

A agência do Banco do Tempo de Cascais, criada oficialmente esta quarta-feira, já conta com a participação de mais de 40 elementos, dispostos a partilhar experiências, trocar serviços úteis, conhecer pessoas novas e assim fugir à solidão, noticia a Lusa.


Criado para favorecer o desenvolvimento pessoal e a solidariedade, o Banco do Tempo é um sistema que organiza a troca de serviços entre os seus membros, que dão e recebem: cada pessoa presta um determinando serviço e, em troca, recebe um outro serviço de que necessite.


Para Irene Santos, coordenadora do projecto em Cascais, o mais importante é «fazer um cruzamento entre o lado pessoal e profissional».


«Aqui, as pessoas têm oportunidade de mostrarem os seus talentos, ao mesmo tempo que ajudam os outros, reforçam laços e vivem em comunidade», afirmou a responsável à agência Lusa.


Embora já exista há dois anos, o Banco do Tempo de Cascais só foi hoje oficialmente reconhecido pela Câmara. De acordo com o presidente da autarquia, António Capucho, a ideia vale por ser «simples e eficaz».


«A unidade de troca é o tempo, que, para uns, pode ser um bem escasso, mas para outros pode servir para ajudar a comunidade», disse o autarca, sublinhando que «é através de iniciativas assim que é possível combater o isolamento e solidão».


Inscritas já há dois anos na agência de Cascais do Banco do Tempo, Manuela Couto e Maria de Fátima Soares têm um sentimento comum: «Felicidade».


«Para mim é uma alegria poder dar. Já ajudei a fazer muitas bainhas de calças, muitos cortinados, muitas peças de roupa, porque o que melhor sei fazer é costurar e é isso que posso dar, além de que assim nunca estou sozinha», explicou Manuela Couto.


Também Maria de Fátima, cuja vocação está direccionada para a agricultura biológica, mostrou-se «preenchida interiormente» por participar no Banco do Tempo.


«Sabe-me bem mostrar aos outros aquilo que sei, reunir as pessoas para irmos plantar alimentos, cultivar nas hortas. Quero sempre aprender mais coisas, pô-las em prática e depois partilhá-las com os outros», contou.


Aprendizagem de línguas estrangeiras, preparação de eventos, apoios manuais, organização de conversas e apoio em gestão de burocracias são alguns exemplos dos serviços de troca mais utilizados no Banco de Tempo.


Fonte: IOL

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial


Jorge Goncalves

web site hit counter

Add to Technorati Favorites
Estou no Blog.com.pt

Galeriacores / Home I ForumsIGrupo/Groups I Cartoons I Publicações I Culinária/Recipes

Altar virtual /Chapel I Notícias dos Açores I Notícias da Graciosa I Links I Fotos-Photos


Pesquisa personalizada

Outros blogs de interesse:

Notícias da Ilha Graciosa
Notícias dos Açores
Curiosidades
TV grátis via Satélite
Satellite free TV
Desgarradas pela Internet
O mundo da música grátis
Plantas Milagrosas
Saúde e dietas
Galeriacores cartoon humor


Photography Newsfeed:




Galeriacores © Some rights reserved

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Contacte o dono deste blog:

Galeriacores@gmail.com




Melhor visualização com a Internet Explorer / Best viewd with the Internet Explorer